Quarta, 21 de agosto de 2019
Brasil

29/04/2019 às 10h58 - atualizada em 29/04/2019 às 11h01

274

Mikaela Patricia Gomes

Brasilia / DF

Acampamento Terra Livre: após encontro em Brasília, indígenas pedem fim da violência
'Resistiremos, custe o que custar', diz trecho do documento final da 15ª edição do evento. Conferência reuniu 4 mil pessoas em Brasília; veja fotos.
Acampamento Terra Livre: após encontro em Brasília, indígenas pedem fim da violência

A 15ª edição do Acampamento Terra Livre, em Brasília, terminou na sexta-feira (26) com um documento final que reúne as principais pautas reivindicadas pelos indígenas nos três dias de evento. O encontro é a maior conferência do país sobre povos tradicionais (veja galeria de fotos no fim da matéria).


No manifesto público, as lideranças pedem o "fim da violência, da criminalização e discriminação" contra a população indígena. Ao todo, 900 mil brasileiros se autodeclaram índios, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


"Resistiremos, custe o que custar!", diz trecho do documento.


No texto, as lideranças reivindicam ainda a "reparação dos danos causados e comprometimento das instâncias de governo na proteção das nossas vidas".


Em outro ponto, o documento cita a necessidade da demarcação de terras indígenas – o que chamam no texto de "bens da União". O grupo cita que a medida é "fundamental para garantir a reprodução física e cultural dos nossos povos".


"A demarcação de terras é, ao mesmo tempo, estratégica para a conservação do meio ambiente e da biodiversidade, e a superação da crise climática", diz trecho do manifesto.


"Realizamos este XV Acampamento Terra Livre para dizer ao Brasil e ao mundo que estamos vivos e que continuaremos em luta em âmbito local, regional, nacional e internacional."


Em outro ponto, o documento cita a necessidade da demarcação de terras indígenas – o que chamam no texto de "bens da União". O grupo cita que a medida é "fundamental para garantir a reprodução física e cultural dos nossos povos".


"A demarcação de terras é, ao mesmo tempo, estratégica para a conservação do meio ambiente e da biodiversidade, e a superação da crise climática", diz trecho do manifesto.


"Realizamos este XV Acampamento Terra Livre para dizer ao Brasil e ao mundo que estamos vivos e que continuaremos em luta em âmbito local, regional, nacional e internacional."

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados